Troque suas crenças por uma vida nova


Quanto mais estudo e mais atendo pessoas, mais vejo o quanto estão presas em suas crenças e a dificuldade que têm de libertar-se delas. Quando pontua-se isto, é interessante observar a reação do paciente, parece que estamos querendo tirar-lhe algo de muito valor, que nunca mais irá recuperar. Espera-se que realmente não recupere, porque na maioria das vezes, o que trava a vida do indivíduo são as crenças que carrega consigo. Claro que elas são importantes, porque é o que conhece e que está acostumado a conviver. Não podemos ignorar isto e muito menos desvalorizar, porém, temos que ajuda-los a se libertarem e poderem terem outro padrão de funcionamento que lhe permita viver melhor, desde que a pessoa esteja aberta a mudança e queira sair da condição de vítima, de coitadinha.

Observa-se que tem pessoas que não querem sair da condição de vítima, porque aprenderam que assim conseguem conquistar o olhar e a atenção dos outros. Algumas pessoas não querem sair da zona de conforto em que vivem e mudar um padrão de funcionamento dá trabalho. Outras não tem persistência e preferem ficar afirmando que não conseguem e não acreditam que ao afirmarem que não conseguem, estão mandando ao seu cérebro este comando e que ele fará tudo para que confirme esta crença, impedindo que consiga.

Mudar crença requer disciplina, persistência, olhar para si, estar vigilante ao seu comportamento, estar disposto a quebrar paradigmas, a aceitar desafios, a se testar, a encarar os medos, a superar dificuldades, por isto que não é fácil e não são todas as pessoas que estão dispostas e preparadas a viver esta mudança.

Aquele que se dispõe a liberar suas crenças e dar um novo rumo a sua vida está aberto a viver um treinamento diário, visto que temos a tendência a repetir comportamento. Para mudarmos comportamentos, antes temos que identificar nossas crenças e estarmos atentos aos nossos pensamentos. Questioná-los a todo momento e procurar fazer diferente. No início é trabalhoso, mas na medida em que vamos praticando, isto vai se tornando algo tão natural que passa acontecer automaticamente.

A grande dificuldade que observamos é que as pessoas resistem a livrar-se das suas crenças, porque livrar-se delas é assumir a responsabilidade total sobre sua vida, suas escolhas. Transferir, projetar a responsabilidade de nossos erros e escolhas aos outros é muito mais fácil e menos doido.

Todos temos condições de viver melhor, de liberar crenças, de mudar aquilo que não está bom em nossas vidas, basta querer. A escolha é de cada um. A nós que temos o conhecimento desta possibilidade, cabe informar e ajudar a quem quer mudar e respeitar aqueles que preferem ficar presos as suas crenças, ajudando-os a conviver melhor com elas.

Faça sua escolha e seja feliz!


16 visualizações

CLIQUE E FALE

+55 51 999-877-258

REDES SOCIAIS

Código de Ética Profissional do(a) Psicólogo(a)

CONSULTÓRIO

Rua Rita Lobato, 191 sala 306

Praia de Belas - Porto Alegre/RS

Conselho Regional de Psicologia do RS