• Anissis Moura Ramos

Depressão infantil


Depressão não é coisa só de adulto, criança também pode sofrer desse mal, porém a forma como se manifesta é diferente do adulto. Muitos apresentam choro fácil, irritação e agitação psicomotora, entre outros sintomas. Por isso, muitas vezes as pessoas confundem depressão infantil com hiperatividade,

Temos que ter cuidado, hoje tudo é hiperatividade. Penso que isso acontece, porque ainda não descobriram que o índice de depressão infantil e de adolescentes é maior. Segundo estudos realizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) 20% das crianças/adolescentes sofrem de depressão. Este índice trazido para a realidade brasileira fica em 10%.

A criança lida com os sintomas da depressão naturalmente, por acreditar que estes fazem parte da sua maneira de funcionar. Também não sabe que existem maneiras de se livrar do desconforto que a depressão produz.

Geralmente a criança deprimida se isola mais, tem dificuldade de concentrar a atenção, tendo prejuízos no rendimento escolar, mostra-se irritada, agressiva, chora com facilidade, pode apresentar uma agitação psicomotora. Alguns vão buscar na droga, o perfume e o colorido para sua vida.

Os pais têm dificuldade de ver esses sintomas no filho e não conseguem identificar que ele precisa de ajuda. Resistem aceitar que seu filho possa estar deprimido, pois não encontram motivo para isso. No entanto, é importante ficar atento, pois é na adolescência que muitas vezes se instala a Distimia e o transtorno de Humor Bipolar.

A depressão infantil, como toda depressão, precisa ser tratada de forma adequada, visto ser uma doença grave e que pode levar o indivíduo a óbito.

Agora, o mais importante de tudo isso, é que os pais não só fiquem atentos ao comportamento de seu filho, mas não aceitem diagnósticos de pessoas que não tem capacitação para avaliar o comportamento da criança. Evita-se firmar um diagnóstico para criança, pois é um rótulo que ela carregará para o resto da vida. A criança ao apresentar um quadro depressivo, pode estar mostrando que alguma coisa não está funcionando muito bem no seio familiar. Essa, talvez seja a maneira que encontra de pedir ajuda, por isso, não podemos ignorar os sintomas.

Lembro que a depressão infantil é um quadro muito presente nas crianças vítimas de violência doméstica e abuso sexual.

#Depressão #Infância #Crianças

0 visualização