Parar o barulho da nossa mente

10/10/2016

 

Nos tempos atuais, como é difícil silenciar nossa mente, para podermos nos escutarmos e ficarmos atentos as oportunidades que se apresentam em nossas vidas, mas que por vezes, nem as percebemos.

 

A ansiedade, a agitação do mundo moderno, o desejo de conquistar um espaço em sua vida profissional, a cultura de que temos que ter ao invés de ser, contribuem para que a nossa atenção fique dispersa e acabemos desfocando dos nossos objetivos. Consequentemente, nem sempre conseguiremos obter os resultados desejados.

 

A mente barulhenta nos gera ansiedade, favorece para que nos boicotemos e pode contribuir para que não tomemos atitudes assertivas, gerando-nos frustração.

 

Sanar o barulho da mente não é algo fácil porque não temos o hábito de tirarmos um tempo para nós, a fim de ficarmos em contato com a gente, escutando o que a nossa alma tem a nos dizer. Isto nunca nos foi ensinado, ninguém nos disse, durante o nosso desenvolvimento, a importância de nos conhecermos e muito menos de ficarmos recolhidos para pensarmos sobre nós mesmos, nos analisarmos.

 

Por isto, é que vivemos num mundo em que impera a projeção. Basta vermos, que ninguém é responsável por mais nada. Sempre o outro é o responsável ou culpado, o que denota um comportamento pueril.

 

A partir do momento que conseguimos interromper o barulho da nossa mente e dirigirmos o olhar para nós, passamos a ver que somos cem por cento responsáveis por tudo o que acontece em nossas vidas, independente de as coisas serem boas ou ruins. Conseguimos identificar pensamentos e comportamentos repetitivos que temos, mas enquanto o barulho da nossa mente se fizer presente, não perceberemos isto e continuaremos sofrendo, muitas vezes, desnecessariamente.

 

Também, não conseguimos entender muitas coisas que se apresentam em nossas vidas e que nos levam a questionar se somos merecedores, sem nos darmos conta que fomos nós mesmos que nos colocamos naquela situação. Pode parecer, para muitos, algo absurdo, mas como não somos movidos pela razão ou consciência e sim pelo nosso inconsciente ou pelas nossas emoções, como quiserem nominar, esta é a mais pura verdade. Quando temos este conhecimento, entendemos porque a maioria das pessoas preferem manter o barulho da mente do que silenciá-la.

 

Uma mente barulhenta perturba o nosso sossego, tira a nossa paz e impede que venhamos a desfrutar com serenidade as belezas e os bons momentos que a vida nos oferece todos os dias.

Agora, cabe a cada um decidir como quer viver e a nós cabe transmitir o conhecimento que aprendemos ao longo da nossa caminhada profissional.

Please reload

Posts Recentes

06/11/2019

18/10/2019

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • SoundCloud Social Icon
  • LinkedIn Social Icon